Relíquias da Velha República

As caixas dos Krayts
Parte 1:

Após 3 dias descansando em Mos Shuuta, próximo ao palácio de Jabba, o grupo é contactado pelos três hutts para fazer um novo serviço. Nesse meio tempo Edros entrou em contato com seu irmão que avisou que haviam caçadores de recompensa imperiais atrás dele e um dróide HK-47 havia sido enviado para protege-lo.
Sinasu ofereceu 10000 créditos para o grupo transportar um exemplar de dragão Krayt e 6 ovos para Nar Shaada. Bargos por outro lado pediu para que eles fossem recuperar os seus lucros em uma de suas minas de oridium no planeta Gavos.
O grupo decidiu então fazer primeiro o serviço de Sinasu e partiram para a base Vapor onde encontrariam as encomendas, sendo guiados por um serviçal de Sinasu: Dioba. Antes de sairem do palácio, Edros notou que havia um dróide espião próximo a nave que fugiu antes que pudessem fazer algo. Receosos eles decidiram que o dróide de manutenção da nave R5-P9 checasse o casco da mesma, algo que levaria um bom tempo.
Ao chegarem na base Vapor eles encontram apenas naves destruidas e pessoas mortas, mas felizmente as caixas de Sinasu estavam intactas. Ao começarem a mover as caixas para dentro da nave são atacados pelo povo da areia, que destruiram R5-P9, atrapalhando sua investigação do casco, mas logo foram afugentados pelo poder bélico do grupo bem como devido a chegada de um zabrak caçador de recompensa: Al-Jaff Drak. Drak alegou estar ali pois havia sido contratado para caçar um dróide assassino IG que supostamente estaria agindo naquela região.
Após alguma confusão para se entenderem, todos são surpreendidos com a chegada de uma nave misteriosa. De dentro dela saiu um dróide que dizia ser HK-47 mas Drak tinha certeza que o dróide era o IG que procurava. Desconfiado do dróide, Edros entrou na nave do mesmo, que reafirmou que era realmente HK-47 e que havia eliminado um dróide IG-72B que estava naquela região. Houve tensão pois Drak insistia que o dróide era o IG que procurava mas Edros estava confuso.
O dróide pediu para que todos decessem da nave, mas Edros desconfiado não desceu. Nesse instante o dróide ativou o modo automático e sua nave começou a decolar enquanto fechava a rampa de acesso, mas Edros conseguiu sair a tempo e atirou no dróide. Todos começaram a atirar no dróide que ainda parecia ou se fingia de confuso, mas não tardou para se revelar e atacar Gibbs, Edros e Drak com uma rajada do seu lança chamas, que logo foi destruido por Gibbs e executado por Drak, que cairam desacordados devido as chamas queimando seus corpos. Enquanto isso Jesdi e Zhengdao estavam dentro da nave pousada tentando atirar com a turret na nave do dróide, que logo decolou voo e sumiu de vista.
Os feridos e o corpo do dróide foram recolhidos e agora o grupo deve se preparar para seguir viagem até Nar Shaada.

View
Salvem os...Hutts?
Aventura introdutória

Jesdi, uma contrabandista dos Hutts, e seus companheiros Edros, Gibbs e Zhengdao, foram convidados por Namboo, um serviçal twi'lek, para uma festa na nave-cruzeiro de Bargos, o Hutt. Os empreendedores decidiram participar da festa e desfrutar da "boa" comida e música. Mas a festança não durou muito tempo, pois o cruzeiro sofreu um atentado, e seu casco e cúpula de proteção externa foram rompidos. Zhengdao logo se prontificou a ativar as medidas de emergência da nave acessando um terminal da mesma.
Em meio à correria, tiros e confusão, o grupo viu três Hutts em fuga juntamente com Namboo. Os hutts eram Bargos, Sinasu e Teemo, membros relevantes do Cartel Hutt. Namboo pediu  auxílio ao grupo para levar os hutts em segurança para uma nave de fuga, e todos correram em direção ao hangar da nave.
Porém, já no hangar, três pessoas misteriosas com armaduras e jetpacks surgiram no encalço do grupo, e logo tiros de blasters começaram a ser trocados. Jesdi correu para uma Loronar E-9 Explorer na qual os Hutts entraram enquanto Zhengdao tentou distrair os assassinos, o que acabou a colocando em risco. Gibbs e Edros correram para auxiliar a humana, apesar não serem bem sucedidos na tentativa.  Enquanto isso, na nave, Jesdi conseguiu manobra-la dentro do Hangar facilmente para posicionar a rampa próxima de seus companheiros a tempo. No meio da confusão, dois ciborgues humanos entraram em conflito com os homens de armadura que, aparentemente, desistiram de perseguir a nave em fuga.
O grupo foi, então, para Toydaria onde supostamente haveria uma base segura para os hutts. Mas não demorou muito para que um cargueiro coreliano aparecesse perseguindo os mesmos. Acuados, os Hutts decidiram escapar em uma segunda nave, uma VCX-100 nova em folha. Todos se deslocaram para a nave rapidamente, se acomodaram, e logo iniciaram sua fuga. Apesar da nave inimiga estar com fogo concentrado na Loronar parada, Gibbs, receoso, abriu fogo contra ela, que logo começou a perseguir a VCX em velocidade máxima. Felizmente Gibbs conseguiu dar dois tiros certeiros na nave inimiga, que ficou gravemente avariada e desistiu da perseguição.
Os Hutts finalmente desistiram de ficar no Espaço Hutt e pediram para serem levados para Tatooine, no palácio de Jabba, onde acreditavam que teriam segurança finalmente. O grupo levou então os Hutts para o planeta deserto e foram recebidos por Jabba e seus servos. Gratos por terem suas vidas salvas, os Hutts ofertaram "qualquer coisa" para o grupo, que decidiu ficar com a nave. Os Hutts também fizeram promessas de grandes fortunas se o grupo continuasse prestando serviços a eles…

View
Welcome to your campaign!
A blog for your campaign

Wondering how to get started? Here are a few tips:

1. Invite your players

Invite them with either their email address or their Obsidian Portal username.

2. Edit your home page

Make a few changes to the home page and give people an idea of what your campaign is about. That will let people know you’re serious and not just playing with the system.

3. Choose a theme

If you want to set a specific mood for your campaign, we have several backgrounds to choose from. Accentuate it by creating a top banner image.

4. Create some NPCs

Characters form the core of every campaign, so take a few minutes to list out the major NPCs in your campaign.

A quick tip: The “+” icon in the top right of every section is how to add a new item, whether it’s a new character or adventure log post, or anything else.

5. Write your first Adventure Log post

The adventure log is where you list the sessions and adventures your party has been on, but for now, we suggest doing a very light “story so far” post. Just give a brief overview of what the party has done up to this point. After each future session, create a new post detailing that night’s adventures.

One final tip: Don’t stress about making your Obsidian Portal campaign look perfect. Instead, just make it work for you and your group. If everyone is having fun, then you’re using Obsidian Portal exactly as it was designed, even if your adventure log isn’t always up to date or your characters don’t all have portrait pictures.

That’s it! The rest is up to your and your players.

View

I'm sorry, but we no longer support this web browser. Please upgrade your browser or install Chrome or Firefox to enjoy the full functionality of this site.